27 de junho de 2018

Bom ou mal pregador(a)?

Congrego em uma denominação e é costume da mesma trazer pregadores de outras denominações ou congregações e têm oportunidade de ministrar a palavra de Deus.

Geralmente os pregadores acabam passando pelo crivo dos membros, pastores e etc., nem sempre de maneira explícita, muitas vezes de maneira implícita onde as pessoas julgam se aquele pregador ou pregadora prega bem ou não. Eu mesmo me pego às vezes tentando fazer esse julgamento. 

Estava a refletir sobre esse contexto e perguntei a mim mesmo: Quais seriam os critérios que usamos pra definir quem prega bem ou mal? Como julgamos se um pregador(a) é bom no que faz? É correto julgar?

Primeiramente temos que afastar dos nossos pensamentos nossos critérios humanos para definir sobre o caso. Se você de repente é pentecostal, por exemplo, provavelmente vai gostar de pregadores mais "barulhentos". Se você já é mais tradicional, provavelmente vai gostar de pregadores mais alinhados aos estudos bíblicos e com menos barulho. Nesse caso, você não tem julgado a mensagem e sim o portador da mesma, e aí já temos um erro. 

Na minha reflexão sobre o tema elaborei alguns requisitos que acredito definir o bom pregador ou boa pregadora:

Prega o que Deus manda

"A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte." Ezequiel 33:7

O(a) pregador(a) não se importa se gostam ou não da mensagem. Ele(a) se importa com o que Deus mandou anunciar. Não vive para agradar ou falar o que querem ouvir e sim anunciar da parte de Deus, mesmo que sejam coisas desagradáveis aos ouvidos.

Não se gloria

"Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor." Jeremias 9:23,24

Quem se gloria mostra falta de humildade e vai totalmente na contra mão do que nosso mestre Jesus ensinou. Jesus foi o mais humilde dos homens, lavando os pés dos próprios discípulos (João 13:4-15)

O que o(a) pregador(a) faz é pra glória do Altíssimo e não para seu deleite e massagem do ego. Quem prega se exaltando ou para se exaltar, se promover, não está transmitindo de maneira correta a mensagem de Deus. 

Tem o dom e busca o conhecimento nas Escrituras

"Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem." 1 Timóteo 4:13-16

Paulo quando escreve a Timóteo deixa claro que ele tinha qualidades de pregador, dentre estas o dom. Porém, mesmo dotado de dom, Paulo admoesta que Timóteo persista na leitura, na exortação, no ensino e reforça mais ainda a ideia advertindo-o a meditar nas Escrituras e ocupar-se nela. Além de usar a expressão "persiste" ele ainda utiliza "persevera". Persistência e perseverança na busca do conhecimento das Escrituras.

Não digo que o(a) pregador(a) deva ser um(a) doutor(a) ou PhD em teologia e sim que busque o mínimo de esclarecimento possível nas Escrituras. Tem muita gente pregando na ignorância pura, sem saber sequer o que está lendo. Já vi pastores, inclusive, pregando absurdos por falta de conhecimento mínimo da Bíblia.

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos." Oséias 4:6

Sua sabedoria vem do alto

"E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." 1 Coríntios 2:4,5

Muitos querem ser sábios aos próprios olhos e esquecem da fonte da sabedoria. O(a) pregador(a) não deve se gloriar achando que a sabedoria vem de si, pelo contrário, tem que ter a plena convicção de que suas pregações, suas mensagens, seus sermões provém do trono de Deus, portanto de sabedoria divina e não humana.

"Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia." Tiago 3:17

"Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento. Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos. Escudo é para os que caminham na sinceridade, Para que guardem as veredas do juízo. Ele preservará o caminho dos seus santos." Provérbios 2:6-8

Prega dentro das Escrituras

"E logo os irmãos enviaram de noite Paulo e Silas a Beréia; e eles, chegando lá, foram à sinagoga dos judeus. Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim." Atos 17:10,11

O(a) pregador(a) de Deus prega dentro das Escrituras.



Conclusão

Devem existir outras mais características a se observar, porém, essas são as que julgo mais importantes. 

Não descarto a ideia de se fazer cursos, participar de palestras e etc., porém, o(a) pregador(a) deve deixar-se guiar pelo Espírito Santo. De repente um curso ajude desenvolver melhor o dom, porém, não substitui a essência que vem do próprio Deus.

O mundo está cheio de pregadores profissionais. Não queira ser mais um(a). Se você tem o dom, o chamado pra pregar, busque a direção de Deus e medite no que você leu.

Se você assim como eu, costumava julgar pregadores pela forma de falar, pelo comportamento gestual ou outras coisas que não fossem espirituais, reveja os seus conceito.

O que você acha? Tem outras características pra listar? Participe nos comentários!


About Author

Jesusmar Sousa
Jesusmar Sousa

Autor & Editor

Cristão de fé, buscando na Palavra de Deus respostas para vida.

3 comentários:

As Riqυєzαs Insondáveis de Cristo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
As Riqυєzαs Insondáveis de Cristo disse...

Oi,irmão.

Interessante os requisitos que você mencionou.Acredito que todos eles são necessários.Só no Espírito alguém cumpre essas exigências.Tudo está no Espírito,portanto,se o pregador não se consagrar, de maneira nenhuma ele se baseará nas escrituras.Se não for assim,ele vai ficar 'enchendo linguiça' durante toda pregação,fazendo com que os ouvintes fiquem desanimados, e se houver visitantes é bem provável que não voltem.

Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim. (Atos 17:11)

Os pregadores que não cumprem os requisitos mencionados só permanecem no púlpito trazendo mensagens porque muitas vezes os irmãos que ficam no banco não examinam as escrituras.Ah,se os irmãos lessem mais a Bíblia!!!

Quando alguém nos fala a palavra através do Espírito nosso coração arde.
Sentimos algo gostoso abraçando nosso ser,inundando nosso espírito completamente.É uma sensação maravilhosa!Um doce sentir.

Você foi excelente,Jesusmar.
Deus continue te usando para edificar vidas.

Jesus é o Senhor!

Jesusmar Sousa disse...

Amém. Verdade, irmã. A essência está no Espírito. E as Escrituras são a base de tudo. Devemos parar de esperar sensacionalismo em pregação e nos apegarmos mais no que está escrito. Como nosso próprio Mestre disse "Examinai as Escrituras, porque elas testificam de mim".

Deus abençoe grandiosamente.