Evangelho: Oficialmente comércio?


Quando eu cliquei no anúncio e li não pude acreditar. Na verdade acredito, mas tento não acreditar. O anúncio, o marketing, as propostas da imagem mostra exatamente uma comercialização da palavra. A igreja no mesmo patamar de empresa.


É fato que uma igreja tem que se manter, mas quando você vê alguém oferecendo esse tipo de serviço pensa da seguinte maneira: "O que diferencia então determinadas igrejas de uma empresa?" A resposta seria: Empresas pagam impostos e igrejas não. 

Apesar de estarmos diante de um colapso espiritual, temos que lembrar que o comércio da fé não é novidade alguma. Os apóstolos e o próprio Senhor Jesus nos alertou a respeito disso. 

Você já leu a passagem onde Jesus é o Pastor e o mercenário veio para matar, roubar e destruir? Infelizmente muitos conhecem a passagem, porém, muitas vezes induzidas de forma errada acabam por interpretar de maneira equivocada. Vamos enumerar três personagens das palavras de Cristo:

"O ladrão(1) não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor (2); o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo (3), e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas." João 10:10-13

Como o diabo pode ser o ladrão (mercenário) e ao mesmo tempo o lobo? Na verdade a interpretação correta é que "o que não é pastor" é o ladrão (mercenário), o diabo o lobo e Jesus o bom pastor. Entendeu?

Essa é uma passagem clara de Jesus mostrando que já naquela época haviam os mercenários. Os apóstolos também falaram sobre isso em vários textos. 

"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita." 2 Pedro 2:1-3

Nada disso é novo e não deixa de ser lamentável. Cabe a cada cristão tomar consciência dessas coisas e fugir delas.

E-mail: jesusmar@guardiaodafe.com



Evangelho: Oficialmente comércio? Evangelho: Oficialmente comércio? Reviewed by Jesusmar Sousa on 22:42 Rating: 5

Nenhum comentário

Author