15 de outubro de 2015

Restitui, Senhor! Restituir o que?

Banner retirado de página de uma denominação na internet
Ouvimos isso em canções, em pregações e etc., porém, poucos sabem o significado real da restituição ou o seu contexto. Na verdade isso não se aplica somente a "restituição" e sim em muitas coisas "propagadas gospel" que viram "verdades absolutas", quando na realidade são isolamentos de textos descontextualizados para promoverem euforia, sensacionalismo ou sabe-se lá o que. Prova do que você acabou de ler é a imagem no início dessa postagem. Continue a ler e você entenderá.

Vamos ao que interessa. Pelo que sabemos, a restituição é baseada no seguinte texto de Joel, leia com atenção:


"E as eiras se encherão de trigo, e os lagares trasbordarão de mosto e de azeite. E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós." Joel 2:24,25

Só eu li que Deus promete restituir a Israel os anos que os gafanhotos comeram e que tais gafanhotos foram enviados por Ele mesmo? 

Duas coisas aí. Primeiro que a promessa era pra Israel, como a maioria das promessas na Bíblia, sobretudo no Velho Testamento. Segundo que a restituição prometida foi devido a uma situação que o próprio Deus criou para que Israel se submetesse a Ele.

Restituir o que então? Deus te tirou algo? Ele enviou algum exército de gafanhotos contra você? Você já tinha ouvido ou lido isso no contexto? Por que a pessoa que editou o banner não colocou o texto completo? 

Sei que isso pode doer um pouco, mas é o que diz o velho e conhecido ditado: "A verdade dói". E nosso Senhor disse que a verdade liberta.

Sugiro duas postagens ao amigo(a) leitor(a) relacionadas a essa: 





Graça e paz a todos.



Jesusmar Sousa Teixeira
E-mail: jesusmar@guardiaodafe.com

Empregado Público Federal, adoro escrever e faço isso em três blogs de minha autoria e edição.

Comentários
0 Comentários