12 de agosto de 2015

Por Que Não Recebo o Que Peço?



Muitas vezes ouço pessoas dizerem: "Luto com Deus em oração!" E o primeiro pensamento que me vem à mente é: "Eu espero sinceramente que você perca esta luta."

Se você estiver tentando dobrar Deus à sua maneira, temos aí um grande problema. Quem ora não deve tentar mover Deus à sua maneira, pois é exatamente o contrário: quem ora é que deve buscar atender à vontade Dele.

Na verdade, sou grato porque Deus não disse sim a todas as minhas orações. Quando olho para trás e lembro das coisas pelas quais orei, percebo que se o Senhor tivesse atendido todas as minhas orações, eu poderia ter me auto-destruído. Não eram as coisas ou situações corretas. Por isso, Deus graciosamente e amorosamente disse: não!

Em João 15:7, Jesus deixou uma promessa incrível sobre oração respondida. Ele disse: "Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido." A partir da língua original, este versículo poderia ser traduzido como: "Se vocês manterem uma comunhão viva comigo e a minha palavra estiver em seus corações, eu lhes mando pedirem o que os seus corações desejarem, e isso lhes será concedido."

Quando leio uma promessa como essa, interesso-me imediatamente pela parte que diz que posso pedir o que meu coração deseja e isto vai se cumprir. Mas antes disso, Jesus disse: "Se você mantiver uma comunhão viva comigo e minha palavra estiver em seu coração..."

Se isso está realmente acontecendo em sua vida, você vai querer o que Deus quer. Se você mantém uma comunhão viva com Deus e as Suas palavras estão em seu coração, então a sua visão, os seus desejos e, com o tempo, as suas orações também irão mudar.

Fonte:http://libertosdoopressor.blogspot.com.br/2014/06/por-que-nao-recebo-o-que-peco.html

A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as Riquezas Insondáveis de Cristo.(Efésios 3:8)
"Para poderdes, perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (Efésios 3:18,19)


Comentários
1 Comentários

1 comentários

Estava pensando nisso hoje.
Sinceramente, em cada vez que oro e peço algo a Deus tenho medo de ser insistente.
Mas, em muitas vezes Deua já me deu graças por coisas que jamais pedi em oração, apenas desejei em meu coração sem dizer a ninguém. Só que, Deus conhece nosso coração e sonda nosso pensamentos :)