25 de junho de 2015

Com a Palavra:João Calvino...usado pelo Espírito.




Aconteça o que acontecer, vamos sempre nos lembrar, que só podemos confiar naquelas cujas vidas são retas, eles não se afastam quando veem o mundo conspirar contra eles. Mesmo quando os outros estão tão possessos de raiva que eles parecem estar prestes a devorá-los, e mesmo quando os perigos são mais visíveis, eles devem continuar firmes e constantes. Desta forma, podemos distingui-los como servos de Deus. Mas aqueles que alteram e falsificam, que falam uma coisa, depois outra (para fugir do ódio dos homens e evitar o sofrimento da perseguição), devemos nos resguardar para que não sejamos enganados ou iludidos, pois eles são como pragas mortais. 


Todos os ministros da Palavra devem ter CONSTÂNCIA e FIDELIDADE, que eles não se preocupem sobre se as doutrinas que pregam são odiadas ou se são agradáveis aos seus ouvintes. Eles devem seguir o seu curso, e não atacar a vela ao menor sinal de vento, nem devem eles balançarem, moldando-se aqui e ali. O que quer que ocorra, as mudanças e revoluções, seja qual for o problema e confusão que venha a surgir, não podem deixar de continuar a servir a Deus. Portanto, devemos colocar em pratica o que aprendemos anteriormente, porque se procuramos agradar aos homens, estamos abandonando o serviço do Filho de Deus. Este é o primeiro ponto. 


Ora, mesmo aqueles que progrediram na Lei do Senhor estão ainda muito distantes na obediência perfeita que ela exige. 


“Cada folha de grama e cada cor no mundo foram criadas com o objetivo de nos alegrar.”

“Esta é a escola especial dos filhos de Deus: a Escritura.”

“Esta vida, embora transitória e cheia de inumeráveis angústias, é um dom inestimável de Deus.”


A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as Riquezas Insondáveis de Cristo.(Efésios 3:8)
"Para poderdes, perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (Efésios 3:18,19)


Comentários
0 Comentários