6 de maio de 2015

O falso arrependimento.


Vocês poderiam andar humilhados diante de Deus por um tempo e, no entanto, poderiam seguir sendo escravos de suas transgressões.
Vocês têm medo da condenação, mas não têm medo de pecado; possuem medo do inferno, mas não temem suas iniquidades; têm medo de ser lançados ao fogo, mas não temem endurecer seus corações contra à vontade do Senhor.
Não é verdade, oh pecador, que tens pavor ao inferno? Não é o estado de sua alma que lhe turba, mas sim o inferno. Se o inferno fosse extinto, seu arrependimento se extinguiria; se os terrores que lhe esperam fossem eliminados, pecaria mais perfidamente do que antes, e sua alma se endureceria e se rebelaria contra Deus.
Não se enganem, meus irmãos, nesse ponto; examinem-se para comprovar que andam em fé; se perguntem se possuem o “arrependimento para vida”, pois poderiam andar humilhados por um tempo e, no entanto, não se arrependeram jamais diante de Deus.
(Charles Spurgeon)
Fonte:



A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as Riquezas Insondáveis de Cristo.(Efésios 3:8)
"Para poderdes, perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (Efésios 3:18,19)


Comentários
0 Comentários