Sejamos como Daniel e seus amigos neste carnaval

E não somente no carnaval, mas todos os 365 dias do ano. Nossa conduta como servos do Eterno deve ser o bem maior a ser cultivado.

Quando Israel se tornou escravo da Babilônia, determinado rei, chefe dos eunucos, ordenou que fossem levados até ele jovens de boa aparência, sem defeitos, doutos em ciência e entendidos no conhecimento para que fossem conselheiros do rei Nabucodonosor. Dentre os jovens, se encontravam Daniel e seus amigos (Sadraque, Mesaque e Abednego).

Havia ordenança de que os jovens fossem alimentados diariamente com porções das iguarias do rei e do vinho que ele bebia. Obviamente o melhor que havia naquela terra. Ou você acha que um rei comia e bebia qualquer coisa? Apesar da ordenança, esses quatro jovens propuseram em seus corações não se contaminarem com tais iguarias.

"E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar." Daniel 1:8

Ao invés de comerem das iguarias, fizeram proposta ao despenseiro que os alimentassem somente com legumes.

"E ele consentiu isto, e os experimentou dez dias. E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei. Assim o despenseiro tirou-lhes a porção das iguarias, e o vinho de que deviam beber, e lhes dava legumes." Daniel 1:14-16

Mas afinal de contas qual era o problema em comer das iguarias do rei e beber do seu vinho?

Parecia ser algo inocente, no entanto, as comidas e bebidas do rei eram oferecidas a deuses pagãos em rituais próprios. Então, era necessário se curvar perante os deuses pagãos para poder se alimentar das iguarias.

Agora imaginemos aquelas iguarias deliciosas e vinhos agradáveis, enquanto os quatro comiam apenas legumes. Quanta tentação né? Mas Daniel e seus amigos colocaram um propósito no coração e permaneceram até o fim e Deus os honrou.

Na nossa geração, as iguarias do mundo podem ser vistas em muitas coisas apelativas à carne, como o carnaval, por exemplo. As pessoas se entregam aos próprios prazeres e parecem "iguarias" agradáveis aos olhos, a carne e ao coração, mas são extremamente prejudiciais à alma.

Devemos propor ao nosso coração não nos contaminar com tais iguarias. Melhor é comer legumes e nos mantermos fiéis ao Eterno, que comermos iguarias finas prostrados diante do mal.

Talvez sua carne peça incessantemente pelas coisas desse mundo. Tenho uma palavra, guarde-a no fundo do seu coração e na sua mente.

"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre." 1 João 2:15-17



E-mail: jesusmar@guardiaodafe.com
Sejamos como Daniel e seus amigos neste carnaval Sejamos como Daniel e seus amigos neste carnaval Reviewed by Jesusmar Sousa on 22:02 Rating: 5

Nenhum comentário

Author