Ciência ou Religião: Uma Breve Reflexão!

O Presente texto trata-se de uma breve reflexão que apresentei a um amigo. Certa vez, este meu amigo, declarou que a ciência é uma alternativa mais viável e propícia ao bem da humanidade que a religião. Confesso que me causou uma certa angústia, pois também sou contra a religiosidade que aponta para rituais e superstições confusas que insinuam um atalho seguro a pessoa do Deus criador. Biblicamente entendo que o homem não alcança a Deus por seus méritos. Se somos salvos é tão somente por recebermos de boa mente e coração sincero a Graça de Jesus. Um favor imerecido que assegura aquele que o recebe: o perdão, a presença do próprio Deus em nós e a salvação. Outrossim, quando alguém aponta a ciência como alternativa a isso, bem tenho de dizer que ela não tem nada a oferecer para a edificação da alma, da promoção da vida em sua plenitude e muito menos para o bem da humanidade, haja visto os enlaces e detalhes capitalistas inerentes a produção cientifica. 
Dita essas coisas tenho de lhe confessar que nesse momento meu coração está alegre, pois ainda que esse meu amigo talvez duvide, mas o Espírito Santo me traz a mente o conforto de sua semelhança com a história do apóstolo Paulo, ou seja alguém prudente, lógico e zeloso pelas coisas que crê. Este outrora conhecido como Saulo de Tarso via o Cristianismo emergente como algo nocivo e perigoso a sociedade da época. Não era alguém que andava a procura de Deus, muito pelo contrário já se imaginava sob as bênçãos do Pai, então um dia: “E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?” (Atos dos Apóstolos 9:3-4) Deste momento em diante ele nunca mais foi o mesmo e apesar de todas as tendências mostrarem o contrário tornou-se o mais atuante, evangelisticamente falando, de todos os apóstolos do Senhor. Algum tempo depois ele próprio iria afirmar: “Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu; Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo” (Filipenses 3:5-7) Ou seja, tudo aquilo que antes ele considerava de grande valor e importância veio a se tornar vazio e sem propósito. Em outras palavras, a conversão de Paulo aponta para o paradoxo sobrenatural do verdadeiro cristianismo. Quem quer a vida perde-la-á, pois o caminho que liberta da escravidão aponta para a necessidade do servir. Para que o Filho de Deus viva é necessário que a criatura humana pereça. “Jesus disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (João 3:3)
                                                                                                                               Ney Bellas



←  Anterior Proxima  → Inicio

Nenhum comentário:

Translate

Parceiros

Copie nosso banner e cole no seu blog ou site. Mande-nos um e-mail e confirmaremos a parceria.


Tecnogospel: Os melhores links evangélicos

Links Gospel

Seguidores

Total de visualizações

Uma mensagem de fé e esperança para sua vida.

Postagem em destaque

Bom ou mal pregador(a)?

Congrego em uma denominação e é costume da mesma trazer pregadores de outras denominações ou congregações e têm oportunidade de ministrar...

Pesquisar este blog

Archive

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga por e-mail

Sponsor


BANNER 728X90

Teste Teste Teste

 http://www.templateparablogspot.com/

Popular

About Me

authorHello, my name is Jack Sparrow. I'm a 50 year old self-employed Pirate from the Caribbean.
Learn More →

Technology

Teste Teste

 http://www.templateparablogspot.com/

Teste Teste

 http://www.templateparablogspot.com/

Popular Posts

Popular