Desigrejados: Introdução

Segundo pesquisa do IBGE em seis anos, de 2003 a 2009, cerca de seis milhões de evangélicos deixaram de ter vínculo com ‘igreja’. Na internet e redes sociais em geral, essas pessoas são chamadas participantes do movimento dos “desigrejados”.

O movimento, em sua maioria, prega que o “sistema religioso” está corrompido, que as igrejas evangélicas são filhas da Igreja Católica e são as filhas e a mãe meretriz, respectivamente, conforme Apocalipse 17.

Por outro lado, muitos evangélicos discordam das colocações dos desigrejados, pois entendem que embora haja corrupção no meio de muitas igrejas, acham injusto generalizar o sistema de modo geral. 

O trabalho que segue visa trazer algumas colocações que nos faça compreender quem são os desigrejados, suas crenças e em que se baseiam, além de mostrar o “outro lado da moeda”. 

Obviamente, o trabalho tende defender as comunidades cristãs de modo geral, porém, sem utilizar de absolutismo.

Fonte: Desigrejados


Essa introdução é de um trabalho que estamos elaborando para trazer algumas colocações a respeito desse novo grupo que tem surgido.

Como bem colocou a introdução, a ideia não é dizer que os desigrejados estão certos ou errados e sim mostrar o "outro lado", pois muitos imbuídos de absolutismo, se veem como donos da razão, ignorando muitas vezes princípios básicos como a busca de fontes.

O trabalho estará disponível em breve. Trata-se de um artigo com algumas dezenas de páginas e estará disponível em PDF para download.

Desigrejados: Introdução Desigrejados: Introdução Reviewed by Jesusmar Sousa on 23:14 Rating: 5

Nenhum comentário

Author