Aprendemos o Evangelho de maneira errada!

Infelizmente muito de nós aprendemos o Evangelho de maneira errada, principalmente os evangélicos que ingressaram ou estão nos movimentos chamados neopentecostais (Igrejas não pentecostais). 

Entre muitas coisas que aprendemos errado, destaco uma delas que é o famoso método de "barganha com Deus". Muitos aprenderam o seguinte: "Eu sirvo a Deus, mas em troca eu quero casa, carros de luxo, dinheiro, saúde, casamento e etc". Não podemos dizer que tais coisas são inapropriadas para o cristão, no entanto, não devem ser objetivos de vida, mensuração de vida com o Eterno ou objeto de barganha.

Muitos de nós aprendemos que o Criador é dono do ouro e da prata e por isso temos que ser ricos... Ele é dono de TUDO. O universo inteiro é Dele, mas o Evangelho não tem como missão nos tornar donos ou herdeiros de ouro e prata e sim da vida eterna. Ele é o Deus que sara, mas a missão principal Dele foi nos trazer a cura dos nossos pecados e não somente a cura física, embora cremos que Ele seja capaz disso também. 

Não há como barganhar com o Eterno. Pessoas se arriscam ao dizer que vão fazer algo para Ele e Ele retribuirá. Que poderes temos nós de exigir algo de quem é dono de tudo? Até nossa vida é Dele. Se Ele recolher nosso fôlego não nos resta absolutamente nada.

O verdadeiro evangelho ensinado por Cristo foi o arrependimento dos pecados, o batismo nas águas e no Espírito e a busca pela salvação eterna e só. Jesus não ensinou nada sobre riquezas, barganha com o Pai e etc. Pelo contrário, nos ensinou a buscar o reino de Deus e sua justiça, a não ajuntarmos tesouros na terra. Nos ensinou também a amar ao próximo e dividir o que temos com ele e buscar dia após dia uma comunhão com o Pai.

Meu amigo e minha amiga, leia os quatro evangelhos e procure compreender longe da insanidade de muitos pregadores o que Jesus realmente nos ensinou. Ele nunca ensinou barganha, ostentação ou condições para servi-Lo. Aliás, uma condição: Tomar a cruz e segui-Lo (Mateus 16:24), ou seja, renunciar as próprias vontades, os próprios desejos, os anseios e confiar incondicionalmente na vontade Dele. Isso significa também que você pode continuar pobre e O servindo, que você pode estar doente e O servindo, que não importa o que aconteça com você, não existe condições para manter-se servo.

"Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro. Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 8:35-39

Isso não significa, no entanto, que você não possa recorrer a Ele nas suas necessidades. Pode sim, mas tendo em mente que a vontade Dele sempre prevalecerá e que não adianta fazer barganha, basta pedi-Lo segundo Sua vontade e Ele concederá.

"Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, Ele nos ouve. E se sabemos que Ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos." 1 João 5:14-15

"Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: Que vamos comer? ou que vamos beber?  ou que vamos vestir? Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal." Mateus 6:25-34

Quando as pessoas tentam barganhar com o Eterno, oferecendo algo em troca para receberem algum favor, invalidam as palavras de Jesus. Ele disse que o Pai sabe o que necessitamos. Sabendo Ele o que precisando e sendo um Pai perfeito, certamente nos dará sem exigir barganhas, somente obediência e nem sempre.

Que tipo de pai cobra o filho para dar o que ele necessita? Que tipo de pai exige que o filho dê algo a ele, além da obediência, para dar-lhe alimento, roupa e demais necessidades? Você que é pai ou mãe deve entender melhor que eu. Se seu filho necessita de sua ajuda e você pode ajudar, você vai pedir algo a ele ou ajudará imediatamente? Será que você vai exigir que seu filho lhe dê dinheiro, precisando de transfusão do seu sangue, por exemplo, para salvar a vida dele? Se a resposta dessas duas perguntas for "sim", então você é um pai ou mãe perverso(a).

"Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir peixe, lhe dará uma cobra? Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!" Mateus 7:7-11




Jesusmar Sousa Teixeira
jesusmar@guardiaodafe.com

Aprendemos o Evangelho de maneira errada! Aprendemos o Evangelho de maneira errada! Reviewed by Jesusmar Sousa on 11:28 Rating: 5

Nenhum comentário

Author