26 de dezembro de 2013

O lamento de Jesus


"Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta; Porque eu vos digo que desde agora me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor." Mateus 23:37-39

Pelas palavras do Salvador podemos perceber um tom de tristeza, de lamentação. Imagine você amar alguém muitíssimo e apesar de seus esforços ao tentar ajudá-lo, esse alguém se torna rebelde e cerra os ouvidos aos seus conselhos. Exatamente o que aconteceu com o Senhor Jesus em relação a Jerusalém.

Muitas das vezes nós sentimos essa dor em relação aos nossos familiares, amigos, colegas de trabalho, vizinhos. Vemos as pessoas caminhando em direção contrária a salvação e apesar dos nossos esforços em ajudar, recebemos em troca raiva, rejeição.

Já tive essa experiência. Ao tentar ajudar pessoas, inclusive que se dizem cristãs, que frequentam igreja e tudo mais, fui "recompensado" com palavras duras e atitudes hostis. Sabe o que é você se preocupar com alguém que significa muito para você e em troca da preocupação receber desprezo? Eu sei.

Como nosso Mestre, oro por aqueles que hoje não aceitam minha ajuda e espero honestamente que um dia a luz do evangelho lhes resplandeça. Não guardo raiva ou desprezo e sim esperança que um dia aquilo que me foi revelado, seja revelado também a estes.


Jesusmar Sousa Teixeira
E-mail: jesusmar@guardiaodafe.com




Empregado Público Federal, adoro escrever e faço isso em três blogs de minha autoria e edição.

Comentários
0 Comentários