ESTUDO: A GRANDE MERETRIZ (PARTE III) - Espaço da Fé

Espaço da Fé

Uma mensagem de fé e esperança para sua vida.

5 de novembro de 2010

ESTUDO: A GRANDE MERETRIZ (PARTE III)

Na parte II deste estudo, fizemos referência as palavras de Cristo que disse que quando surgir o abominável da desolação, haverá grande tribulação. Pois bem, para compreender a grande tribulação temos que nos dirigir a Apocalipse 13:1-18.

Este capítulo trata das duas bestas que emergem da terra e do mar. Toda vez que a Bíblia se refere a animais fala em reinos, poderes, governantes, autoridades. Se eu for detalhar, vou ter que escrever inúmeras páginas, mas você pode consultar o livro de Daniel, que tem vasta explicação a respeito.

A primeira besta é a que emerge do mar (Apocalipse 13:1-10). Podemos relacioná-la com a meretriz, pois João vê a mulher assentada sobre uma besta. Sendo a mulher uma igreja e a besta governo ou autoridade, podemos deduzir que, a igreja (a meretriz) é conduzida pela besta (autoridade), pois a meretriz se acha assentada sobre a besta, logo a besta é uma autoridade religiosa. O versículo 2 diz que o dragão, que é Satanás (Apocalipse 12-7-9), deu poder, trono e grande autoridade a besta.

O versículo 3 diz que João viu em uma de suas cabeças uma ferida mortal, que foi sarada. Toda a terra se maravilha com aquilo. Essa ferida pode ser literal, ou ainda, significar uma perda de poder temporário, que quase destrói a besta, porém não a destrói. Por isso os povos se maravilham e a adoram.

O versículo 7 diz que a besta que emerge do mar (autoridade que conduz a igreja abominável), recebe o poder de pelejar contra os santos e vencer. Então isso significa uma grande perseguição a Igreja do Senhor Jesus Cristo. O versículo 10 reforça a idéia da perseguição:

"Se alguém leva para cativeiro, para cativeiro vai. Se alguém matar à espada, necessário é que seja morto à espada. Aqui está a perseverança e a fidelidade dos santos." Apocalipse 13:10

Como no tempo da igreja primitiva onde havia mártires, novamente haverá uma grande perseguição à Igreja de Cristo, pessoas cujas vidas estão nas mãos de Deus. A verdadeira Igreja.

Em Apocalipse 12:11-18 diz que segunda besta faz com que os habitantes da terra adorem a primeira besta. Exerce poder de sinais e prodígios. E vem aí o mais importante, que caracteriza a grande tribulação:

"A todos os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis." 
Apocalipse 13:16-18

Com a instituição da marca, toda e qualquer comercialização se fará com a marca. Inclusive identificação. Hoje ao vermos um avanço tecnológico como nunca antes, podemos caracterizar isso como a implantação de um CHIP. Já existem pessoas que possuem chips implantados em suas mãos ou testas, pois curiosamente os locais onde os chips se adaptam melhor são nestes.

O CHIP vai ser capaz de armazenar toda a documentação de uma pessoa, além de esta poder fazer compras, através de um cartão de créditos implantado juntamente ao chip. Já existem planos bem desenvolvidos para isso. Além de tudo, pode garantir "segurança" a pessoa que utiliza, pois esta pode ser rastreada por GPS. Veja quantas vantagens! Será que vai ser difícil convencer um mundo inseguro, consumista e que procura "facilidades" a utilizar esse CHIP?

Interessante. E quem não quiser receber a marca da besta? Certamente vai morrer. Primeiro, todos tem que usá-la para poder comprar e vender, então, se você precisar comprar você tem de ter a marca, caso contrário morre de fome. Se escapar da fome não fugirá da prisão ou espada, pois possivelmente a pessoa que não utilizar o sistema, será considerado criminoso, haja a vista que o CHIP serve para a identificação da pessoa.

Aí se dá início a tribulação, quem não quiser se submeter aos domínios da besta, terá que fugir, como disse o Senhor Jesus na parábola da grande tribulação (Mateus 24:15-28).

No próximo post daremos continuação ao estudo sobre a grande meretriz. 


Um comentário:

Luciano disse...

Há uma grande probabilidade de ser o CHIP, mesmo porque os bancos e empresas querem que o dinheiro seja apenas digital, tmabém o judiciário tem a facilidade de bloqueio dos bens.

Um abraço